CAIADO APRONTA DE NOVO: Fim do “Goiás na Frente” prejudica municípios

O governador Ronaldo Caiado (DEM) está mais perdido do que cego em tiroteio. Eleito com a promessa de continuar com boa parte dos programas iniciados pelo governo anterior, Caiado simplesmente vem acabando com boa parte desses programas. A mais nova atitude do governador foi o anúncio do fim do Goiás na Frente, programa criado para auxiliar os municípios com verba para obras e infraestrutura. A decisão causou sérios prejuízos não só aos municípios, mas também às empreiteiras. “Estou com duas obras paradas e além de termos gastado dinheiro do nosso bolso a população sofre com obras pela metade. Entramos neste projeto com recursos próprios porque acreditávamos que o dinheiro estaria em caixa logo”, afirmou um engenheiro. A deputada estadual, Lêda Borges (PSDB), que já foi prefeita, cobrou o discurso usado por Caiado ao longo da campanha eleitoral e também criticou o fim do Goiás na Frente. “Não é municipalista como propagou que seria, o Goiás na Frente não é de um governo, é de extrema importância para as cidades, é o retorno do recurso público direto às necessidades definidas pelos gestores municipais”, relatou ao Jornal Opção. Municípios localizados na Região Metropolitana do Distrito Federal, como Cidade Ocidental, Valparaíso e Novo Gama, certamente sentirão o impacto causado pela decisão tomada por Caiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *